Categorias
Administração Comportamento Desenvolvimento Humano Marketing Pessoal

Vamos tomar um CHA ?

Você já conhece o CHA ?  

Atualmente, é um dos assuntos mais discutidos no mundo dos negócios, considerado por alguns como uma vertente filosófica que diz respeito ao conceito de competência do ser. 

O termo CHA se refere a conhecimento, habilidades e atitudes. 

Contudo, a descrição exata desse conceito nem sempre foi unanimidade entre pensadores e gestores. 

Afinal, como se trata de uma característica do comportamento humano, não é tão simples assim definir critérios claros que permitam comparações válidas entre diferentes pessoas. 

O grande desafio das organizações é transformar o conhecimento tácito em conhecimento explícito. 

É torná-lo parte da estrutura organizacional, estar disponível a todos e ser democratizado por toda a empresa. 

QUAL O CONCEITO DO CHA

CHA é um acrônimo para conhecimento, habilidade e atitudes. Esse é considerado como o tripé das competências, sendo manifestado na forma de pensar, sentir e agir do indivíduo. 

O conceito foi proposto em 1996 por Scott B. Parry, no livro “The quest for competencies” e, desde então, é aceito como uma das definições de competências. 

Vamos entender melhor cada um dos elementos que o compõe. 

CONHECIMENTO 

O conhecimento é o saber. 

É o que as pessoas aprendem nas escolas, nas universidades, nos livros, no trabalho e, especificamente, em suas vidas. 

O ser humano sabe muitas coisas e aprende cada vez mais no decorrer dos dias, porém, raramente usa o que sabe. 

HABILIDADE 

A habilidade é o saber fazer. 

É tudo o que de fato é aprendido e utilizado no decorrer da vida. É colocar em prática o que se tem de teoria. 

São, basicamente, os arquivos pessoais do dia a dia de cada um. 

ATITUDES 

A atitude, por sua vez, é o que leva as pessoas a decidirem se irão ou não exercitar as habilidades de determinados conhecimentos. 

Ou melhor dizendo, é o querer fazer. 

As atitudes precisam ainda de foco para que os conhecimentos e habilidades entreguem resultados para os objetivos esperados.  

QUAL A IMPORTÂNCIA DO CHA NA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL? 

Cada um dos elementos do CHA é importante em uma análise individual. 

No entanto, para que a competência seja desenvolvida de forma consistente, é necessário que conhecimento, habilidades e atitudes sejam aplicados em conjunto.  

De modo geral, o conhecimento precisa ser posto em prática (habilidade) com objetivos e métodos bem definidos e executados (atitudes).  

Essa é a melhor maneira de trabalhar o CHA e experimentar, efetivamente, os benefícios desse tripé na sua vida pessoal e profissional.  

Quando a metodologia é colocada em prática, o indivíduo se torna apto a desenvolver os talentos e também aprendizagens.  

Além disso, pontos fracos podem ser observados e, posteriormente, corrigidos. Há ainda a capacidade de explorar melhor as fortalezas. 

No fim das contas, é um processo que permite ao indivíduo encontrar a melhor versão de si mesmo, o que é de inegável importância para alcançar todos os sonhos e objetivos, por mais ousados que sejam. 

Perceba, então, que o CHA é um recurso muito positivo e colaborativo para o desenvolvimento humano.  

O fato de adquirir sabedoria sobre algo e exercitar o que foi aprendido é um estímulo significativo para a transformação da mentalidade e para a adoção de novos comportamentos.  

O tripé das competências é ainda um grande aliado para os objetivos pessoais e profissionais, na definição de metas e, sobretudo, durante a jornada de busca pelos propósitos resolutos. 

Mas e como saber qual das competências eu domino? 

Para você se avaliar nestes conceitos, siga o checklist abaixo. Veja qual competência você mais domina. 

Veja qual competência você mais domina. 

a. Conhecimento 

1- Possui domínio sobre as atividades relacionadas a sua área de atuação? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

 
2- Busca se atualizar as tecnologias e novas ferramentas que podem te auxiliar em sua vida profissional? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

 
3- Procura ampliar seu conhecimento? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

b. Habilidade 

4- Consegue aplicar toda teoria que possui na prática da sua atuação? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

 
5- Sabe como aplicar novidades em seu ramo de atuação? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

 
6- Encontra meios ou métodos melhores para realizar o seu trabalho? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

c. Atitude 

7- Procura apoio para pôr em prática as mudanças ou novidades que podem beneficiar o resultado do trabalho? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

 
8- Faz contas e análises necessárias com objetivo de implementar uma nova tecnologia ou um novo processo? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

 
9- Persiste na sua implantação mesmo encontrando resistência ou negatividade de outras pessoas? 
( ) Raramente ( ) Ocasionalmente ( ) Frequentemente 

Conclusão 

As dimensões do C.H.A. fazem parte do desenvolvimento pessoal (e profissional). Tornar perceptível seu conhecimento, comprovadas as suas habilidades e tomar atitudes estratégias são algumas estratégias que podem contribuir muito com o seu marketing pessoal. 
 

Gostou do artigo ? Que tal compartilhar com seus amigos !